Cruzeiro vence Sampaio Corrêa e ainda sonha com acesso

Em Florianópolis, Figueirense e CSA ficam no empate

A tabela da Série B do Campeonato Brasileiro marcou o confronto entre Sampaio Corrêa e Cruzeiro pela 33ª rodada para a noite desta sexta-feira (8), no Estádio Castelão, em São Luís (MA). Faltando seis jogos para o final do campeonato, o objetivo dos dois times estava bem definido.

A sequência de quatro partidas sem vitórias, deixou o Cruzeiro em 13º, com 41 pontos. Para subir, o time dependia de um aproveitamento de 100% até o final do torneio e uma combinação de resultados paralelos. Então o negócio era vencer e eliminar o mais cedo possível o risco de queda e manter vivo o sonho distante de acesso.

Enquanto isso, os maranhenses, que passaram grande parte do torneio entre os quatro primeiros, queriam voltar a se aproximar do G-4. Sem vencer há seis jogos, a Bolívia Querida estacionou nos 45 pontos e ocupava apenas a 9ª posição.

Depois do jogo, quem ficou mais perto de atingir a meta proposta foi o Cruzeiro. A Raposa venceu por 1 a 0, gol do atacante William Pottker. As redes balançaram na capital do Maranhão logo no início do jogo. Aos três minutos, depois de uma boa jogada dos mineiros, o atacante apareceu no meio da zaga e mandou para o gol.

O Sampaio Corrêa tentava, mas não conseguia ameaçar. Pelo menos, até os 22. Foi aí que o atacante Roney driblou um zagueiro e mandou uma bomba buscando o ângulo do goleiro Fábio. A bola passou tirando tinta.

Aos 30, o mesmo Roney chegou a marcar. E foi um golaço que teve até chapéu no goleiro. Mas o lance foi invalidado corretamente pelo árbitro Paulo Henrique de Melo Salmazio. O jogador do Sampaio Corrêa estava impedido.

Aos 33, Fábio teve que trabalhar. Fez uma grande defesa para evitar que o chute forte do atacante Robson da Bolívia Querida fosse para o gol. A etapa inicial acabou com a pressão forte do Sampaio Corrêa. Por muito pouco, o centroavante Caio Dantas não empatou aos 44 e aos 45.

No segundo tempo, aconteceu a expulsão de Potker, artilheiro da noite, aos cinco minutos, e algumas oportunidades do Sampaio, mas sem grande perigo. As mais perigosas foram aos 43 e aos 44. Na primeira, o centroavante Caio Dantas mandou uma bomba da entrada da área e o goleiro Fábio fez uma grande defesa. No escanteio, o atacante Jackson tentou de bicicleta e Fábio salvou mais uma.

Agora, faltando apenas cinco jogos para o encerramento da Série B, a Raposa chegou nos 44 pontos e ao 11º lugar. O Sampaio se manteve em 9ª com 45. Na terça-feira (12), a Bolívia Querida visita o Botafogo no interior de São Paulo. Na quarta, o Cruzeiro recebe o Oeste no Independência.

Figueirense e CSA ficam no 0 a 0

No Orlando Scarpelli, em Florianópolis, a 33ª rodada da Série B foi de um empate em 0 a 0 para Figueirense e CSA. O resultado acabou sendo pior para os catarinenses. O Alvinegro, que entrou na rodada com 35 pontos na 16ª colocação, entrou no Z-4 depois da vitória do Náutico sobre o Paraná por 2 a 1. Os 36 pontos somados deixam o time da capital de Santa Catarina na 17ª colocação.

Enquanto isso, é verdade que os alagoanos do CSA queriam mesmo a vitória para chegar aos 54 pontos e assumir o 3º lugar. Mas o empate não foi tão ruim assim. O time alcançou os 52 pontos, ultrapassou o Juventude, e fechou a rodada em 4º. Na terça-feira (12), o Figueirense faz o primeiro dos últimos cinco jogos até o final da Série B. O duelo será contra a Chapecoense fora de casa. No mesmo dia, o CSA terá pela frente outro time que briga para fugir do rebaixamento, o Paraná, em Curitiba.

Veja a classificação da Série B do Brasileiro.

Por Juliano Justo 

Edição: Fábio Lisboa

Fonte: Agência Brasil

 

Comentários

Arquivo de Notícias
Publicidade
Categorias